Video-clip “This Is America” – Childish Gambino

Na última semana, este video-clip do cantor Childish Gambino está bombando pela boa crítica sobre uma triste realidade.

E eu estou apaixonada por ele! Mas calma, nem um pouco é pela triste realidade que ele passa….

Foi incrível a maneira que ele construiu tudo tanto com referências recentes como referências antigas.

E o óbvio, todos só prestam atenção na parte bonita, na dança e ignoram todas as tragédias que acontecem por trás.

Não precisou nem ser um filme ou uma série para falar sobre Racismo, foi apenas um video-clip, apenas uma música, algo tão curto, com muitas cenas em poucos minutos, perfeitamente sincronizado, para chocar e para refletir quem ainda olha para o próprio umbigo.

Merece todos os prêmios de melhor video-clip do ano!

As referências, você pode entender mais aqui.

Por mais ações de conscientização humana para quem ainda não abriu os olhos para essas coisas tão desumanas que ainda acontecem no mundo.

Eu não consigo entender, EU JURO que não consigo entender como que a cor de pele é capaz de ser uma questão de ódio ainda existente.

Como já falei várias vezes aqui no blog, eu sou branca, mas sou uma grande admiradora da pele negra e toda sua cultura, e observo que os valores cultuados são totalmente invertidos desde sempre.

O branco é fraco, fica doente fácil, o negro é forte, é resistente, porque diachos é o negro que tem que ser rejeitado?

Espero que um dia, mesmo que seja em outras vidas, essa discriminação seja motivo de riso de quem é ou era adepto a isso.

Raça, só existe uma, a HUMANA, então tratem de serem HUMANOS!

Categorias: Cultura, História, Mulher

Uma Grande Lição das Mulheres Celtas

As mulheres de origem Celta eram criadas tão livremente como os homens.

A elas, eram dado o direito de escolher seus parceiros e nunca poderiam ser forçadas a uma relação que não queriam.

Eram ensinadas a trabalhar para que pudessem garantir seu sustento, bem como eram excelentes amantes, donas de casas e mães.

A primeira lição era:

Ama teu homem e o segue, mas somente se ambos representarem, um para o outro, o que a Deusa Mãe ensinou: Amor, Companheirismo e Amizade”

Jamais permita que algum homem a escravize: você nasceu livre para amar, e não para ser escrava.Jamais permita que o seu coração sofra em nome do amor.

Amar é um ato de felicidade, por quê sofrer?

Jamais permita que seus olhos derramem lágrimas por alguém que nunca lhe fará sorrir!

Jamais permita que o uso de seu próprio corpo seja cerceado.

Saiba que o corpo é a moradia do espírito. Por que mantê-lo aprisionado?

Jamais se permita ficar horas esperando por alguém que nunca virá, mesmo tendo prometido!

Jamais permita que o seu nome seja pronunciado em vão por um homem cujo nome você sequer sabe!

Jamais permita que o seu tempo seja desperdiçado com alguém que nunca terá tempo para você!

Jamais permita ouvir gritos em seus ouvidos.

O Amor é o único que pode falar mais alto!

Jamais permita que paixões desenfreadas a levem de um mundo real para outro que nunca existiu!

Jamais permita que outros sonhos se misturem aos seus, tornando-os um grande pesadelo!Jamais acredite que alguém possa voltar quando nunca esteve presente!

Jamais permita que seu útero gere um filho que nunca terá um pai!

Jamais se permita viver na dependência de um homem como se você tivesse nascido inválida!

Jamais se ponha linda e maravilhosa a fim de esperar por um homem que não tenha olhos para admirá-la!

Jamais permita que seus pés caminhem em direção a um homem que só vive fugindo de você!

Jamais permita que a dor, a tristeza, a solidão, o ódio, o ressentimento, o ciúme, o remorso e tudo aquilo que possa tirar o brilho dos seus olhos, a dominem, fazendo arrefecer a força que existe dentro de você!

E, sobretudo, jamais permita que você mesma perca a dignidade de ser…MULHER!”

Um lição para todos nós!